Search here...
TOP
Vamos Substituir

O copo menstrual e a minha experiência

Com o aumento dos movimentos ecológicos o copo menstrual tem vindo a ganhar um destaque que outrora não tinha. No entanto, a menstruação da mulher continua a ser um dos tabus mais bem guardados de sempre! Pouco se fala sobre o seu ciclo, de como deve ser uma menstruação saudável e como ter uma menstruação limpa. Aquela nossa altura “chata” do mês não tem que incluir apenas pensos e tampões. Pode ser mais limpa, sem desperdício, sem lixo com algo simples como o copo menstrual. Eu uso o meu há quase 1 ano e não podia ter feito melhor mudança.

O meu copo menstrual num ambiente verde

Sobre o copo menstrual

Tipicamente os copos menstruais são feitos de silicone ou latex e têm vários tamanhos disponíveis. Na maioria das marcas encontram 2, um para as mulheres que ainda não foram mães e outro para as que já foram. Em alguns casos têm ainda um mais pequeno para adolescentes ou para quem tem um canal vaginal muito apertado. Para além disso, a pega também pode variar, podendo ser uma argola ou uma tira. O meu copo comprei-o na altura na farmácia local e é da Sangool, uma marca portuguesa. O copo veio dentro de uma bolsinha e uma caixa de papel, ou seja, sem plástico!

Sobre o meu período

É importante terem alguns pontos de referência para aquilo que vão ler de seguida. 1- Eu não era nem sou capaz de andar com tampão. Custa-me a colocar e nunca fica no sítio, por isso desde o início que apenas usei pensos. Não ser capaz de usar tampões não implica não ser capaz de usar o copo menstrual. 2- Tenho pouco fluxo menstrual, por isso consigo ter o copo posto durante o seu tempo todo recomendado (10/12h). 3- Considero que tenho um canal vaginal apertado.

Colocar o copo menstrual

Antes de cada utilização o copo deve ser esterilizado para matar possíveis bactérias (sigam as instruções que vêm com o vosso copo). Depois de arrefecer é dobrá-lo e colocá-lo com jeitinho como se fosse um tampão. Não vos vou mentir e dizer que é um mar de rosas. Colocar o copo menstrual, principalmente nas primeiras vezes, custa e pode demorar algum tempo até encontrarem a posição certa. Mas não tenham medo só porque parece algo muito grande que nunca na vida “cabe lá dentro”. Existem alguns truques e posições nas quais nos podemos colocar para ajudar a colocação do mesmo.

Há quem opte por colocar logo de manhã no banho, enquanto outras conseguem tranquilamente no ângulo que a sanita oferece. Para mim a forma mais confortável de colocar o meu copo menstrual é sentada no bidé com água quente a correr. Isto porque o calor da água ajuda a dilatar os vasos sanguíneos facilitando o processo de inserir o copo. Ter o copo um pouco quente também ajuda no mesmo efeito. Mas o mais importante é relaxar, se estiverem a fazer força e contrair os músculos vai ser mais complicado.

Para além disso cuidado para não empurrarem muito o copo, ao contrário do tampão que sobe e vai lá para cima, o copo fica em baixo apoiado. Colocá-lo demasiado para cima dá dores e provoca desconforto. O truque que ainda hoje uso para saber se está bem colocado é sentar-me em cima da sanita numa toalha e ver como me sinto nas várias posições em que trabalho e estudo. Se em alguma delas houver um ligeiro desconforto dou um jeitinho ao copo mexendo na base e na pega. Por vezes tenho de o tirar e voltar a colocar.

Tirar o copo menstrual

O colocar do copo pode ser algo mais complicado, mas o processo que ninguém fala mas aterroriza todas é o tirar. Sendo que o colocamos dobrado para entrar melhor como é que este sai estando aberto?! Será que ficamos com as mãos todas sujas de sangue? Ou é super simples? Algumas marcas dizem que basta dar uma pancada de lado no copo para tirar o vácuo e depois puxar. Nas instruções do meu copo dizia que bastava ir puxando e abanando para os lados o copo, que este sairia com facilidade.

Na minha primeira tentativa estive cerca de 15min a tentar tirar o copo menstrual e nada! Estava com dificuldade em agarrar a pega e puxar sem este escapar de novo para o sítio. Não estava fácil porque com o pânico o corpo colaborava ainda menos. Foi quando me lembrei de fazer força contraindo o músculos, e é este o truque! Contraindo os músculos o copo desce e é tão mais fácil retirá-lo, uns abanicos a puxar e já está. Vão sentir uma ligeira impressão, mas nada que doa.

Para as primeiras tentativas é essencial que o façam em casa. Vão poder demorar o tempo que precisarem e não vai haver nenhuma pressão psicológica sobre vocês. Se tirarem o copo e despejarem logo a seguir vão ver que nem se sujam nada, mas aqui é o sítio indicado para experimentar e testar tudo. Em casa como o retiro no mesmo sítio que coloco aproveito para lavar e voltar a colocar.

Tirar o copo em sítios públicos

Tirar o copo em sítios públicos não tem que ser um bicho de 7 cabeças. Se a posição da sanita for a vossa eleita, têm a vida facilitada. Basta encontrarem uma casa de banho com lavatório individual e podem tirar, lavar e voltar a colocar sem ninguém vos incomodar. Normalmente as reservadas a pessoas com dificuldades têm, aproveitem essas. No entanto se não houver nenhuma disponível não se preocupem. Quando tiramos o copo a maior parte do sangue sai todo sem qualquer dificuldade, por isso basta limparem o que resta com um pedaço de papel higiénico. Se não acharem suficiente existem algumas marcas que têm um gel intimo para a limpeza do copo menstrual.

Espreitem a marca OrganiCup, têm os copos e gel intimo para limpeza.

Se por outro lado forem como eu e apenas der para colocar na posição do bidé temos mais uns obstáculos à frente. O primeiro passo é localizar as casas de banho com bidé da zona. Por incrível que pareça ainda existem e pelo menos nos primeiros tempos vão precisar! Felizmente tenho sorte e na minha universidade ainda existem umas quantas que têm. Caso esses bidés funcionem bem e tenham água, têm o problema resolvido. Se não tiver água, andem sempre com uma garrafa de água para usar. Se tiverem o azar de não ter nenhum bidé perto de vocês é altura de começar a treinar pernas! Vão ter de começar a simular o ângulo certo sem sentar em nada e colocar o copo ao mesmo tempo. Para além disso convém treinar o ângulo da sanita, irá facilitar-vos a vida.

É confortável?

O copo quando bem colocado nem se sente! Chego mesmo a esquecer-me que o tenho posto quando estou focada nas minhas tarefas. A liberdade de não estar a usar um penso e não me ter de preocupar com a possibilidade de sujar a roupa é fantástica! Não há nenhum tufo estranho a ocupar espaço nas cuecas, não há nada estranho lá dentro, é quase como se não estivéssemos a usar nada. Nunca me senti tão bem nos dias de período! Principalmente nos dias de calor intenso, nos quais por desconforto mudava ainda mais vezes de penso.

Por outro lado, se o copo ficar mal colocado pode ser muito chato. Quando mal colocado, em termos de posição, o copo pode provocar mau estar e dor. Aconteceu-me uma vez quando o coloquei na posição da sanita sem estar preparada, conclusão, acabei a tirá-lo hora e meia depois. Se ficar mal colocado porque não abriu este vai estar a deixar passar menstruação que não devia e vão acabar com cuecas sujas. Já me aconteceu, no meu caso consigo detetar logo, porque fico com as típicas dores menstruais que não acalmam. Ao colocar se o conseguirem sentir a abrir também é um ótima forma de garantir que ficou bem.

Peripécias com o copo

A primeira peripécia que notei durante o uso do copo foi o meu andar. Como ando bastante rápido e com passadas largas, sento que o copo desce um pouco e por isso, quando chego ao meu destino tenho a necessidade de lhe dar um jeitinho.

A segunda peripécia é ir à casa de banho fazer as necessidades comuns. Fazer líquidos ainda se faz bem sem provocar qualquer transtorno ao uso do copo, basta não fazer muita força e ele mantém-se. No entanto fazer sólidos já é diferente! Na maioria das vezes, quando tenho vontade de ir à casa sinto uma ligeira pressão no copo, o que gera desconforto. Para além disso como temos de aplicar alguma força, sinto que o copo atrapalha e por isso tiro-o antes de fazer as minhas necessidades.

A terceira e última peripécia foi dormir em posição de “morto”, sabem aquela posição de uma perna esticada a outra encolhida e os braços um para cada lado?! Acaba por ser das posições mais confortáveis para dormir, mas sinto que desta forma o copo se mexe ligeiramente. Inclusive, já tive de me levantar a meio da noite para o consertar. De resto dormir de copo é tranquilo.

Fazer desporto com o copo menstrual

Uma das coisas que me preocupava, quando andava a pensar em comprar o copo, era se este seria bom para usar ao fazer desporto ou não. Será que acaba por cair e depois incomoda? Será que não se sente? A verdade é que com pensos fazer desporto era tudo menos convidativo, era a desculpa perfeita para não fazer nada. Com o copo acabaram-se as desculpas, se estiver bem posto é super confortável. Não só para fazer ginásio em máquinas e em aulas, mas também para fazer desportos mais agressivos com quedas. Eu faço patinagem artística, o que envolve peões, saltos e muitas quedas e o copo parece que nem lá está. Isto sem derramar uma gota!

Será coincidência?

Desde que mudei para o copo menstrual que senti algumas mudanças na minha menstruação. Em primeiro lugar esta dura menos, a quantidade de fluxo continua a ser a mesma, mas já não se arrasta com “restos” durante 3 dias. Ou seja, em vez de ser uma semana inteira a usar pensos são 4 dias a usar o copo! Em segundo lugar foram as dores, antigamente (mesmo tomando a pílula) tinha de tomar brufens todos os dias logo de manhã para não ficar a “morrer”. Atualmente apenas tomo 1 no primeiro dia caso seja necessário.

Tendo em conta a ciência, sabemos que o sangue em contacto com o oxigénio oxida, ficando mais espesso e castanho em vez de vermelho. Conseguimos observar essa diferença quando, por exemplo, fazemos uma ferida no joelho. O mesmo acontece quando falamos de uma menstruação de pouco fluxo. Antes de sair na totalidade, o sangue fica no canal vaginal em contacto com o ar a oxidar. No entanto com o copo, como aquela zona fica em vácuo, o sangue acaba por não oxidar e isso explica os dois pontos anteriores.

Vantagens e impacto ambiental

Este é o ponto que leva muitas curiosas, como eu, a optar pelo copo menstrual. Sem dúvida que usar tampões e pensos higiénicos é estar a produzir lixo várias vezes ao dia, durante uma semana, mensalmente! Isto ao fim de um ciclo de produção de óvulos da mulher é um absurdo. São cerca de 40 anos de quilos e quilos de lixo que não podem ser reciclados, nem reaproveitados. Façamos as contas, por exemplo, se uma mulher tiver uma menstruação de 6 dias, com uso diário de 5 pensos, num mês são 30 pensos, ao fim de um ano são 360 e ao fim de 40 anos são 14400 pensos descartados para o lixo! Enquanto que com o copo menstrual serão apenas 4/5 copos nos 40 anos, visto que duram entre 8 a 10 anos.

Associado a todos os pensos usados temos os custos financeiros. Apesar de a curto prazo o copo menstrual parecer caro e os pensos ou tampões baratos, a longo prazo a balança inverte. Vejamos só para exemplificar as seguinte contas: Cada copo menstrual ronda os 20€, atualmente com promoções até chegam aos 15€. Uma caixa de 32 pensos custa 2.49€ (0.08€ unidade) .

Quanto custa um copo menstrual e vários pensos ao longo do tempo.

Conclusão

Para além de ser uma mudança que ajuda o ambiente, ajuda a carteira e melhora o vosso estilo de vida. Se tal como era para mim, para vocês a menstruação é uma altura chata, o copo menstrual vai fazer uma diferença enorme! Não é a coisa mais confortável e fácil de usar ao primeiro dia, têm de haver adaptações à rotina, mas sem dúvida que vale a pena!

Partilha nas redes sociais

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *