Search here...
TOP
Sabias Que?

A diferença entre produtos naturais, vegan e cruelty free

Quando vamos comprar um produto é importante saber do que é que este é feito. Quer sejam produtos de consumo, de beleza ou mesmo roupa, estes podem ser feitos de substâncias sintéticas, naturais, de origem animal, vegetal e serem ou não testado em animais. Têm surgido vários símbolos nas embalagens que nos dão algumas pistas sobre os seus ingredientes, sem termos de estar a ler o rótulo todo. Mas será que sabemos exatamente o que abrange cada um dos símbolos? Haverá um melhor que o outro?

os símbolos são diferentes e os produtos também.

Produtos cruelty free

Este foi um dos primeiros símbolos a aparecer no mundo da beleza. Através de vária ações de sensibilização e ativismo como as da marca The Body shop as empresas foram deixando os seus testes em animais. Isto significa que já não é capturada e mal tratada qualquer espécie de animais para o benefício deste mundo. No entanto isto não significa que o produto não possa ter ingredientes de origem animal, como por exemplo cera de abelha.

Hoje em dia já é fácil saber que marcas são cruelty free e quais não são. Para além das marcas terem de ser certificadas por empresas como a PETA para se declararem cluety free. Existem inúmeras listas onlines a serem atualizadas todos os dias. A única coisa que precisas de saber neste campo é que se a marca for vendida na China esta é obrigatoriamente testada em animais. Não quer dizer que seja a marca a testar mas o próprio sistema chinês acaba por o fazer antes de comercializar o produto.

Produtos vegan

O movimento e estilo de vida vegan já é bem antigo, mas tem ganho dimensões enormes e fantásticas nos últimos anos. De tal forma que se começou a ver em todos os tipos de produto o símbolo vegan. Ser vegan significa que o produto não tem ingrediente nenhum de origem animal. Mas cuidado, isto não significa que é um produto extremamente bom. Isto porque este tipo de produtos pode conter produtos químicos e sintéticos produzidos pelo ser humano.

Enquanto que o estilo de vida vegetariano apenas abrange alimentação. O estilo vegan abrange todos os produtos que se usam, desde a roupa ao gel de duche.

Produtos naturais

Um produto para ser considerado 100% natural deve ter na sua composição apenas ingredientes vindos na natureza. Ou seja, nada de químicos e substâncias produzidas pelo ser humano. Por outro lado, um produto destes pode conter ingredientes de origem animal, como o mel, cera de abelha, entre outros. Um produto desta categoria é fácil de identificar pelo rótulo. Se os ingredientes forem fáceis de ler e de reconhecer é porque são naturais. Se forem nomes estranhos ao qual não atribuímos significado nenhum o mais provável é não ser natural.

A nível de legislação um produto só é considerado natural se 95% dos seus ingredientes vierem da natureza e se os restantes 5% não incluírem nada como: parabenos, Petrolatos, Triclosan, Mercúrio, Óleo mineral, Hidroquinona, PEGs, Imidazolidinyl Urea, Diazolidinyl Urea, Lauril Sulfato de Sódio, Lauril Éter Sulfato de Sódio, BHA, BHT e Silicone

Descobre mais sobre as alternativas aos produtos do dia a dia

O melhor dos 3 mundos

Certamente que o melhor produto é aquele que consiga fazer parte das 3 categorias, criando um produto totalmente natural, sem ingredientes de origem animal e não testado em animais. É por estes produtos que eu tenho tentado optar e pelos quais vos aconselho também a procurar. Lembrem-se que se for um produto que vá passar depois pela a água, como gel de duche e champô, se este for feito de químicos, estamos a poluir a nossa água. Mas cabe a vocês decidir qual das partes é mais importante, se o valor do mesmo, se a sua constituição e impacto final no ambiente, se o impacto de produção, etc. O consumidor é quem manda e as marcas adaptam-se aos desejos do mesmo.

Partilha nas redes sociais:

Fontes de informação:

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *