Search here...
TOP
Vamos Substituir

Como substituir a pasta de dentes convencional

Sem nos darmos conta, a casa de banho tornou-se num acumulador de plástico. Temos tudo o que é produtos de corpo e cabelo em embalagens de plástico, assim como cremes, escovas de dentes e até mesmo a pasta de dentes! Numa breve visita ao supermercado é fácil reparar que para este último produto não se vê mais nada do que uma mistura de químicos dentro de um tubo de plástico. O consumidor que não pesquise ou não seja informado por terceiros acaba por conhecer apenas estas.

Claro que o setor comercial se tratou de arranjar mil e uma especificações para as pastas de dentes. Umas são para ter os dentes mais brancos outras para dentes mais fortes… Mas o que todas têm em comum é o facto de não ser recomenda a sua ingestão. Ou seja, não são boas nem para nós nem para o ambiente.

pasta de dentes 100% natural da georganics, frasco de vidro para zero waste.

Alternativas às pastas de dentes convencionais

Já existem algumas alternativas às pasta de dentes convencionais. Temos sabão dentário, pastilhas dentárias (uma boa alternativa para viagens), pó branqueador e a pasta de dentes natural. Esta última alternativa é aquela que mais se parece com as pastas de dentes convencionais e foi a que escolhi para experimentar. Comprei a minha na primeira loja online de produtos ecofriendly de Portugal, a Mind the trash e é da marca georganics.

Sobre o produto

As pastas de dentes da georganics são 100% naturais, com ingredientes de base alimentar e de cultivo orgânico e por isso não contém qualquer vestígio de Fluoreto, SLS e Glicerina . Para além disso são também vegan e cruelty free! São produtos “zero waste” onde não é criado lixo, vêm num frasco de vidro e numa caixa de cartão reciclado e ainda trazem uma espátula doseadora de bamboo.

De cada vez que forem usar a pasta apenas precisam de colocar uma quantidade de pasta equivalente a uma ervilha. Depois é lavar os dentes com movimentos circulares durante 2 min e passar por água no fim. Existem vários sabores diferentes, desde mandarina vermelha (recomendada para crianças) à árvore de chá. A minha é de carvão vegetal ativador e por isso ao lavar ficasse com a boca cinzenta.

Ao contrário das pastas convencionais estas não criam espuma e pode parecer que não estão a fazer nada. Mas na verdade estão a fazer o seu trabalho e muito bem. A espuma que vemos em tudo o que são produtos de limpeza é uma ilusão para nos dar a ideia de que está a funcionar, não passa de um químico.

pasta de dentes 100% natural da georganics, textura e aspeto

Se usares o código LSTP tens 10% de desconto na tua compra

A minha experiência com a pasta de dentes

Quando estamos habituados desde pequenos a uma certa textura e sensação é difícil mudar para outra coisa e estranha-se. As pastas de dentes não são excepção, a primeira utilização da pasta deixou-me de pé atrás. É algo completamente diferente principalmente em contacto com a língua. Diria mesmo que é uma experiência péssima, dá vontade de tirar o produto de imediato e lavar bem a boca. Mas após uns segundos a esfregar os dentes a maior parte da sensação estranha acaba por passar. A segunda e terceira vez são mais toleráveis mas ainda se estranha.

Acreditem quando vos digo que não vão achar nada piada à pasta de dentes nas primeiras 3/4 utilizações. Foi aos poucos que me fui habituando mas agora não quero outra coisa. Nunca senti os dentes tão bem lavados como agora! Para além disso dá-me imenso gosto saber que estou a usar um produto que é bom para o ambiente e para mim.

Pasta de dentes da georganics com respetiva embalagem e espátula

Não vos vou mentir, uma pasta de dentes alternativa, qualquer uma das opções, não é barata. Enquanto que no supermercado compramos um tubo de 75ml entre os valores de 1€ e 5€, estas com frascos de 60ml e 120ml custam entre 7€ e 10€. Por outro lado, duram bastante mais tempo que as convencionais por não ser preciso tanto produto de uma só vez. Não é uma mudança tão fácil como as outras para a carteira, mas vale a pena se poderem!

Partilha nas redes sociais

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *